#27diaspelainclusao #14 Reabilitação e Lei de Cotas

Descrição de imagem: imagem de fundo verde com o texto Lei de Cotas – 27 Dias pela Inclusão. 14. Reabilitação Profissional e Lei de Cotas. Na parte inferior está o logo do 27º Aniversário da Lei de Cotas e o logo da Câmara Paulista para Inclusão. #27diaspelainclusão

Publicado em: 21/07/2018


A Lei de Cotas também abrange os profissionais reabilitados pelo INSS. Ou seja, além dos trabalhadores com deficiência, os profissionais reabilitados também podem ser contratados pelas empresas para compor a cota.

O Programa de Reabilitação Profissional é um serviço oferecido pelo INSS aos profissionais segurados que sofreram algum acidente de trabalho ou doença que os impediram de continuar exercendo a função que realizavam. O objetivo do programa é oferecer a oportunidade do segurado se qualificar para se adaptar em outra profissão ou função e, assim, poder ser reinserido no mercado de trabalho.
Podem ser encaminhados para a reabilitação profissional os segurados afastados por auxílio doença ou acidentário. Os segurados passam por uma perícia médica e avaliação com profissionais do INSS. Essa equipe verifica os potenciais e as limitações do segurado para então realizar o encaminhamento para o programa de reabilitação.Ao fim do programa, é emitido um certificado de reabilitação no qual são indicadas as atividades para as quais o segurado foi preparado para exercer. No entanto essas recomendações não impedem o profissional de exercer outras funções e ocupar outros cargos para os quais se julgue capacitado.Para mais informações, acesse o informativo sobre Reabilitação Profissional do INSS: http://qualidade.ieprev.com.br/UserFiles/File/CARTILHA%20MPS%20REABILITACAO%20PROFISSIONAL.pdf

Texto: Ariadne Senna, criadora da campanha e assessora da Câmara Paulista pela Inclusão da Pessoa com Deficiência no Mercado de Trabalho Formal. A campanha começou no dia 28 de junho, e serão 27 dias até o dia do aniversário da Lei de Cotas (artigo 93 da Lei 8.213 de 1991), no dia 24 de julho. 

 

Voltar para Notícias