As comemorações de amanhã, do aniversário da Lei de Cotas, já têm ampla repercussão na imprensa e terão participantes de todo o Brasil

foto de público com aproximadamente 200 pessoas, segurando balões brancos e assistindo a programação
Em 2019, a comemoração foi na Praça das Artes, no centro de SP, com cerca de mil participantes.

Por Fátima El Kadri e Ivone Santana

Pessoas de todo o Brasil poderão participar, amanhã, sexta-feira, 24 de julho, do aniversário da Lei de Cotas, que completa 29 anos de existência. Desde 1991, quando foi aprovada, avanços expressivos foram conquistados, como a ratificação da Convenção Internacional da ONU de 2006 pelo Brasil, e a aprovação da LBI (Lei Brasileira de Inclusão) em 2015, e fizeram com que quase 500 mil pessoas com deficiência conquistassem emprego formal no mercado de trabalho. Estes avanços ocorrem, porém a passos lentos, e sempre tendo que enfrentar ameaças às conquistas de diretos.

Dois exemplos recentes de ameaça trazem traços mesquinhos e inexplicáveis: a PL 6159-2019 que propõe o pagamento de taxas em vez da contratação de pessoas com deficiência e a MP que divide as cotas para pessoas com deficiência com jovens em situação de vulnerabilidade. Graças à mobilização social, ambas as propostas não foram aprovadas, mas continuam em tramitação.

Apesar das ameaças frequentes, o dia 24 de julho é considerado o dia do orgulho das conquistas dos direitos das pessoas com deficiência. É um dia festivo, que sempre é celebrado com manifestações artísticas. Neste ano, devido à crise sanitária, as comemorações serão todas via o Facebook da Câmara Paulista.

Neste ano, veículos mídia e redes sociais de todo o país têm apoiado a data com ampla divulgação da programação:

14h às 15h – Webinar de abertura, com posicionamento de diversos setores sobre a Lei de Cotas, e leitura da Carta Manifesto 2020, feita por diversas pessoas com deficiência.

17h às 18h – Show esquenta de Sara Bents

19h às 20h – Show de comemoração, com apresentação de artistas com deficiência, e leitura da Carta Manifesto.

Acesse os links abaixo e veja só o que foi publicado até o momento!  

Jornalista Inclusivo 

Broadcast (ESTADÃO)

Agência O Globo

Mundo do Marketing

Inteligência e Inovação 

Climatempo

Agência Sindical 

Quarentena News (Facebook)

Site Secretaria dos direitos da Pessoa com Deficiência (Cidade de SP)

Grupo Sonda (Instagram)

Adriana do Amaral (Linkedin)

Espaço da cidadania – Osasco

Sincovaga SP 

União Geral dos Trabalhadores (UGT)

O Estado – MA

Sindicato dos Metalúrgicos (Osasco e Região) 

Sindicato das Indústrias de Construção Pesada do Estado de SP (SINICESP)

Secretaria do Emprego, Trabalho e Renda (SETRE OSASCO) 

Voltar para Notícias