Assine abaixo-assinado para incluir meta de acessibilidade na Agenda de Desenvolvimento Sustentável, da ONU

Imagem da tela do abaixo assinado, mostra os 17 objetivos do desenvolvimento sustentável da ONU em quadrados coloridos, incluindo o 18º objetivo, acessibilidade para todos. No canto está escrito: 1484 pessoas já assinaram. Ajude a chegar a 1500. Abaixo o nome de alguns apoiadores.

Publicado em: 13/01/2022


Organizadores da ação pretendem oficializar pedido na ONU.

Por Fátima El Kadri

Que acessibilidade é um item indispensável para o desenvolvimento social e humano, todos nós já sabemos. Tanto a LBI (Lei Brasileira de Inclusão), quanto a Convenção dos Direitos da Pessoa com Deficiência da ONU, colocam a acessibilidade entre seus principais objetivos.

 Porém, infelizmente, ainda são poucas as  poucas iniciativas que fomentam a acessibilidade, o que indica que é preciso fazer mais para que ela seja ampliada.  

Por isso, no dia 18/12, foi lançado um abaixo-assinado online pedindo que o item  Acessibilidade para Todos seja incluído como 18º objetivo na Agenda de Desenvolvimento Sustentável, criada pela ONU. A iniciativa é de Cid Torquato, CEO do ICOM Libras e ex-secretário municipal da Pessoa com Deficiência de São Paulo, e Ciça Cordeiro, jornalista e coordenadora de comunicação na Talento Incluir.

A agenda estabelece 17 metas a serem atingidas por todos os países até 2030, com o intuito de melhorar a qualidade de vida, a paz e a segurança das nações.

Entre os objetivos estão a erradicação da fome e da pobreza, saúde e bem-estar para todos, educação de qualidade, igualdade de gênero, acesso à água potável, desenvolvimento de cidades e comunidades sustentáveis, entre outros. (Confira a lista completa). 

Para Cid, a acessibilidade precisa constar de forma explícita entre esses objetivos. “A campanha é o passo inicial para colocar o tema em discussão. Segundo a OMS, há cerca de um bilhão de pessoas com deficiência no mundo. “Acessibilidade tem que ser estrutural. Tem que estar explícita nas metas. Temos que ter um item específico que aborde formas de acessibilidade, que fale de tecnologias assistivas e de recursos importantes. Sem acessibilidade não há sustentabilidade!”, afirma Torquato.

Ele diz que, mesmo que a ONU não crie o 18º Objetivo, serão realizadas muitas ações em nome dele, principalmente de sensibilização e informação. “Ações que façam com que as pessoas pensem em acessibilidade, enxerguem seu valor e deem a ela a devida importância”, declara.

De acordo com Ciça Cordeiro, a petição foi criada por acreditar que a acessibilidade muda o mundo e dá a todos a autonomia e a oportunidade de serem protagonistas. “Quanto mais assinaturas conseguirmos, melhor será. Os autores acreditam que ao menos as 16 milhões de pessoas com deficiência no Brasil (dados IBGE 2018) e suas famílias deveriam assinar a petição.

O objetivo é encaminhar o abaixo-assinado ao escritório da ONU no Brasil e apresentá-lo na próxima reunião da Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, em Nova York. 

Clique aqui e apoie você também!

Voltar para Notícias