Coletivo divulga carta aberta contra Veto que retira benefício de pessoas com deficiência carentes

Ilustração de uma família com um homem e uma mulher jovens, um homem e uma mulher idosos, um homem em uma cadeira de rodas, uma menina, um bebê de colo e um cachorro. Acima do desenho, está o logo do BPC e os dizeres Benefício da Prestação Continuada. O logo do BPC é composto por duas formas geométricas de pessoas, uma azul e a outra laranja.

Publicado em: 02/03/2020


Grupo convida a população a enviar a carta aos e-mails de parlamentares, de modo a se evitar o retrocesso de mais uma conquista de direito

Por Lucas Borba

No dia 1º de março, o grupo ColetivAção, que representa mais de 100 instituições e quase 1.500 brasileiros de diferentes Estados do país, divulgou uma carta aberta de repúdio ao veto Nº 55/2019, de autoria do Poder Executivo do Governo Federal. O veto, que entra na pauta de votação do Congresso Nacional em 3 de março, impede que a renda per capita mínima para que a pessoa com deficiência possa receber o Benefício de Prestação Continuada (BPC) seja de ½ salário mínimo e volta a exigir que seja de, no mínimo, ¼.

Por se tratar de uma carta aberta, o grupo convida todos os que desejam uma vida digna a pessoas carentes e com deficiência – ou seja, em dupla vulnerabilidade social – a pressionar os parlamentares – Deputados Federais e Senadores -, por exemplo, enviando o documento de repúdio aos e-mails desses políticos.

Leia a carta na íntegra e confira, no link abaixo, uma relação de e-mails de Deputados Federais.

https://auditoriacidada.org.br/emails-de-deputados-federais/

Voltar para Notícias