Coronavírus: bilhete único para pessoas com deficiência NÃO será bloqueado

Foto de Bruno Pompeu, de 26 anos. O jovem é negro, tem cabelos curtos e olha para frente com um semblante sério. Ele segura um cartão do Bilhete Único Especial com a mão esquerda e tem um aparelho auditivo no ouvido esquerdo.
Crédito: Pompix Fotografia

Publicado em: 31/03/2020


Fotógrafo afirma que funcionário do metrô falou sobre suposto bloqueio do serviço. Boato é falso. SPTrans confirmou que cartões de usuários com deficiência serão revalidados automaticamente por até 90 dias para evitar o comparecimento presencial. Quem puder, deve evitar ônibus, metrô e trens. Para a população que não foi dispensada do trabalho, valem as recomendações sobre higiene e prevenção.
Repost adaptado do blog Vencer Limites (Luiz Alexandre Souza Ventura)

O bilhete único especial para pessoas com deficiência não foi suspenso pelo governo de São Paulo. Um boato sobre o bloqueio dos cartões por causa da pandemia do coronavírus circula entre usuários do serviço, mas a informação é falsa.

Na verdade, entre as medidas anunciadas para evitar o contágio está a renovação automática do Bilhete Único Especial.

“Todos os cartões de Bilhete Único Especial PCD com data de validade a partir de 23 de março serão revalidados automaticamente por até 90 dias para evitar o comparecimento presencial”, informa o website oficial da SPTrans.

Na manhã do dia 23, o fotógrafo Bruno Pompeu, de 26 anos, morador da zona leste de São Paulo, teve dificuldades com o serviço no metrô e pediu auxílio a um atendente.

Ele passou os últimos dias hospedado na residência da irmã, mas precisou retornar ao próprio apartamento, na Vila Matilde, para concluir trabalhos atrasados.

“Tenho bilhete único especial. Utilizei normalmente no ônibus, porém no metrô não funcionou. E o funcionário do metrô informou que serão bloqueados a partir de amanhã”, diz Pompeu, que tem deficiência auditiva.

O #blogVencerLimites também confirmou a informação com a Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência (SMPED) de São Paulo, que vai reforçar em suas redes sociais a mensagem sobre a renovação automática do serviço.

Fake – Muitos boatos e golpes estão sendo compartilhados nas redes sociais e no Whatsapp. Criminosos usam as ações para conter a covid-19 para espalhar links maliciosos. É necessário ter cautela e não encaminhar essas mensagens sem confirmar a veracidade.

Se tiver dúvidas sobre o conteúdo recebido, consulte os websites oficiais das instituições municipais, estaduais e federais, além dos principais portais de notícias.

Um estudo global divulgado pela agência de comunicação Edelman mostra que, em meio à pandemia de coronavírus, os veículos da grande imprensa aparecem como a fonte de informações mais confiável para 64% das pessoas.

Fonte: https://brasil.estadao.com.br/blogs/vencer-limites/coronavirus-bilhete-unico-para-pessoas-com-deficiencia-nao-sera-bloqueado/

Voltar para Notícias