Jogos paraolímpicos tiveram início em 1948, a partir de iniciativa de neurologista alemão

Descrição da Imagem: foto de Ludwig Guttmann, um senhor simpático, de cabelos grisalhos e óculos de graus. Ele sorri, tem a pele clara e bigodes também grisalhos como os cabelos
Ludwig Guttmann foi quem plantou a semente para o que viriam a ser os Jogos Paralímpicos FOTO: Bettmann/Corbis
A história das Paraolimpíadas é diretamente ligada a Ludwig Guttmann, neurologista alemão de origem judia

Os Jogos Paraolímpicos ajudaram a reabilitar, socializar e incluir pessoas com deficiência de todo o mundo. E esse grande feito devemos a Ludwig Guttmann –  neurologista alemão. Em 1939, Guttmann saiu da Alemanha nazista e se estabeleceu com sua família na Inglaterra, trabalhando na Universidade de Oxford. Em 1943, o governo britânico o colocou para chefiar o Centro Nacional de Traumatismos, em Stoke Mandeville, como parte de um plano de reabilitação de soldados que serviram na Segunda Guerra Mundial. Conhecida como Enfermaria X (Ward X, em inglês) e dotada de 26 leitos para mutilados de guerra e pacientes paralíticos, a unidade dirigida por Guttmann iria se tornar o Centro Nacional de Lesões da Coluna, no Hospital de Stoke Mandeville.

Foi ali que ele começou a utilizar o esporte como uma forma de reabilitar seus pacientes, e graças ao bom desempenho alcançado por alguns deles,   em 28 de julho de 1948 o neurologista organizou o primeiro evento esportivo para esses atletas, que se repetiu anualmente  até que em 1952, quando os jogos  se tornaram internacionais. E assim a história das Paraolimpíadas ficou diretamente ligada a Ludwig Guttmann, alemão de origem judia.

Roma sediou a nona edição dos Jogos Internacionais de Stoke Mandeville, como era conhecido o evento, em 1960, ou seja há 57 anos. Em 1964, o uso do nome “Paraolimpíadas” já era comum, formado pela contração de “paraplegia” e “olimpíadas”.

Em 1976, amputados e deficientes visuais participaram pela primeira vez, nos Jogos de Toronto. Por questões financeiras ou pela falta de acessibilidade, diversas edições dos Jogos Paraolímpicos aconteciam em cidades diferentes, mas a partir de 1988 em Seul, os jogos passaram a acontecer na mesma cidade e utilizando os mesmos locais de competição dos Jogos Olímpicos.

Em 2011, após os Jogos Parapan-Americanos de Guadalajara, o Comitê Paraolímpico Internacional determinou que todos os comitês nacionais padronizassem o termo “Paralimpíada” e, por consequência, “Jogos Paralímpicos” e “atletas paralímpicos” para que se assemelhassem ao termo original em inglês “Paralympics”, porém no Brasil vários veículos da imprensa, como a Folha de S.Paulo e este site, mantém a grafia original, jogos paraolímpicos.

Veja a seguir, todas as edições dos Jogos Paraolímpicos de Verão, suas respectivas datas, símbolos, e outras informações detalhadas de cada jogo:

1960 – Jogos Paraolímpicos de Roma, Itália

23 países participantes
400 atletas
8 esportes
Modalidades: Tiro com ArcoAtletismo, Tiro de Dardo (espécie de Tiro com Arco, mas praticado com dardos), Sinuca, NataçãoTênis de MesaEsgrima em Cadeira de RodasBasquete em Cadeira de Rodas
O Brasil não disputou esta edição

 

1964 – Jogos Paraolímpicos de Tóquio, Japão

21 países participantes
375 atletas
9 esportes
Modalidade incluída: Levantamento de peso
O Brasil não disputou esta edição

 

1968 – Jogos Paraolímpicos de Tel Aviv, Israel

29 países participantes
750 atletas
10 esportes
Modalidade incluída: Lawn Bowl (esporte semelhante à Bocha)
O Brasil não disputou esta edição

 

1972 – Jogos Paraolímpicos de Heidelberg, Alemanha Ocidental

43 países participantes
984 atletas 10 esportes
O Brasil não conquistou medalhas nesta edição

 

 

1976 – Jogos Paraolímpicos de Toronto, Canadá

40 países participantes
1.657 atletas
13 esportes
Modalidades incluídas: GoalballTiro Esportivo, Vôlei
O Brasil conquistou 1 medalha de prata  e se classificou na 31° posição no quadro geral

 

1980 – Jogos Paraolímpicos de Arnhem, Países Baixos

43 países participantes
1.973 atletas
13 esportes
Modalidade incluída: Vôlei Sentado
O Brasil não conquistou medalhas nesta edição

 

1984 – Jogos Paraolímpicos de Stoke Mandeville, Reino Unido e Nova York, Estados Unidos

45 (Nova York) 41 (Stoke Mandeville) países participantes
1.800 (Nova York) 1.110 (Stoke Mandeville) atletas
18 esportes
Modalidades incluídas: BochaCiclismo de EstradaFutebol de 7Hipismo, Levantamento de Potência, Luta Livre
O Brasil conquistou 7 meldalhas de ouro, 17 medalhas de prata e 4 medalhas de bronze  e se classificou na 23° posição no quadro geral

 

1988 – Jogos Paraolímpicos de Seul, Coreia do Sul

61 países participantes
3.057 atletas
18 esportes
Modalidades incluídas: JudôTênis em Cadeira de Rodas
O Brasil conquistou 4 medalhas de ouro, 9 medalhas de prata e 14 medalhas de bronze e se classificou na 24° posição no quadro geral

 

1992 – Jogos Paraolímpicos de Barcelona, Espanha

83 países participantes
3.001 atletas
16 esportes
O Brasil conquistou 3 meldalhas de ouro, 4 medalhas de bronze e se classificou na 32° posição no quadro geral

 

1996 – Jogos Paraolímpicos de Atlanta, Estados Unidos

104 países participante

3.259 atletas
19 esportes
Modalidades incluídas: VelaRugbi em Cadeira de Rodas,Ciclismo de Pista
O Brasil conquistou 2 meldalhas de ouro, 5 medalhas de prata e 13 medalhas de bronze e se classificou na 22° posição no quadro geral

 

2000 – Jogos Paraolímpicos de Sydney, Austrália

122 países participantes
3.881 atletas
19 esportes
Modalidade incluída: Basquete ID (adaptado para deficiência intelectual)
O Brasil conquistou 6 meldalhas de ouro, 10 medalhas de prata e 6 medalhas de bronze e se classificou na 24° posição no quadro geral

 

2004 – Jogos Paraolímpicos de Atenas, Grécia

135 países participantes
3.808 atletas
19 esportes
Modalidade incluída: Futebol de 5
O Brasil conquistou 14 meldalhas de ouro, 12 medalhas de prata e 7 medalhas de bronze e se classificou na 15° posição no quadro geral

 

2008 – Jogos Paraolímpicos de Pequim, China

146 países participantes
3.951 atletas
20 esportes
Modalidade incluída: Remo
O Brasil conquistou 16 meldalhas de ouro, 14 medalhas de prata e 17 medalhas de bronze e se classificou na 11° posição no quadro geral

 

2012 – Jogos Paraolímpicos de Londres, Reino Unido

164 países participantes
4.237 atletas
20 esportes
O Brasil conquistou 21 meldalhas de ouro, 14 medalhas de prata e 8 medalhas de bronze e se classificou na 9° posição no quadro geral

 

2016 – Jogos Paraolímpicos do Rio de Janeiro, Brasil

176 países participantes
4.500 atletas
22 esportes
Modalidades incluídas: CanoagemTriatlo
O Brasil conquistou 14 meldalhas de ouro, 29 medalhas de prata e 29 medalhas de bronze e se classificou na 8° posição no quadro geral

 

2020 – Jogos Paraolímpicos de Tóquio, Japão

Modalidades incluídas: Badminton, Taekwondo

 

 

 

Fontes: http://www.blogstartsports.com.br/a-origem-e-historia-das-paralimpiadas/ http://turismoadaptado.com.br/blog/2017/08/30/jogos-paralimpicos/

 

Por Stela Masson, 31/08/2017, atualizado em 25/07/2017

Voltar para Notícias