Museu da Inclusão realiza lives em comemoração aos 40 anos do Ano Internacional das Pessoas Deficientes (AIPD)

Convite para a live de abertura de Diálogos e Re(conexões). Sobre fundo preto com constelações em azul, o texto: 40 Anos do Ano Internacional das Pessoas Deficientes – AIPD e o Futuro dos Direitos, 02 de setembro, às 17h. Abaixo, as fotos do mediador, Tuca Munhoz, ativista pelos Direitos Humanos das pessoas com Deficiência. Consultor especializado em acessibilidade. E dos participantes, Marco Gavério, educador e pesquisador no Museu da Inclusão, coordenador da Comissão de Políticas de Acessibilidade e Deficiência da Associação Nacional de Pós-graduação Sociais (ANPOCS). E Ana Rita de Paula, Mestre em Psicologia Social e Doutora em Psicologia Clínica pela Universidade de São Paulo. No canto superior esquerdo, o logotipo da editoria Inclusão Diálogos. o No rodapé, os logotipos da Abaçaí Cultura e Arte, Museu da Inclusão e Secretaria do Estado dos Direitos das Pessoas com Deficiência.

Publicado em: 03/09/2021


Objetivo é relembrar desafios de 1981 e destacar os avanços atuais.

Por Fátima El Kadri

Começa hoje, 3/9, a segunda edição do projeto Diálogos e (Re) conexões, organizado pelo  Museu da Inclusão, do governo do Estado de São Paulo.

 Entre os meses de setembro e dezembro, haverá uma série de encontros online, que terão como tema as comemorações dos 40 Anos do Ano Internacional das Pessoas Deficientes (AIPD).

Os participantes terão a missão de revisitar e atualizar os temas discutidos no AIPD de 1981, trazendo-os ao contexto atual e refletindo sobre as mudanças e o que ainda precisa ser alcançado. A mediação será de Tuca Munhoz, ativista e consultor em Políticas Públicas e Acessibilidade, que participou dos encontros do AIPD em 1981

A  live de abertura, cujo tema é “40 anos do Ano Internacional das Pessoas Deficientes – AIPD — e o futuro dos direitos”, contará com a participação de  Marco Gavério, educador e pesquisador no Museu da Inclusão, coordenador da Comissão de Políticas de Acessibilidade e Deficiência da Associação Nacional de Pós-graduação Sociais (ANPOCS), e Ana Rita de Paula, Mestre em Psicologia Social e Doutora em Psicologia Clínica pela Universidade de São Paulo.

Assista hoje, às 17h, no YouTube do Museu da Inclusão: https://youtu.be/8hd25a__ikY.

Voltar para Notícias