Ouça a voz de mulheres com deficiência em Podcast

Montagem com fotos de 4 mulheres que foram entrevistadas no podcast. Todas as fotos estão esmaecidas e cobertas com filtro de cor lilás.

Publicado em: 01/07/2022


A ONG BRASA, que atua para favorecer o desenvolvimento inclusivo de pessoas com deficiência, mulheres e jovens socialmente vulneráveis e pessoas acometidas pela hanseníase, lançou Mulheres de Inclusão em formato de podcast (https://open.spotify.com/show/71wn819s8Pbtcv6oN66UF8) para dialogar e difundir informações que auxiliem na diminuição das desigualdades. Para saber mais, acesse www.brasa.org.br

Mulheres com deficiência de Brasilândia compartilham suas histórias em podcast

Por Carla Saemi

Mantido pela Associação Brasil em Ação (BRASA), o ‘Mulheres de Inclusão’ pretende amplificar a voz de mulheres com deficiência e suas cuidadoras

Grupo de mulheres sentadas em cadeiras tipo auditório, com destaque para 4 delas que estão na fileira da frente. Uma delas é uma mulher negra está falando ao microfone., que segura na mão direita.

Dividir as dores e alegrias de ser uma mulher com deficiência ou uma cuidadora de uma pessoa nessas condições, assim nasceu o projeto Vozes Femininas. Um coletivo de mulheres da Brasilândia, periferia de São Paulo, que se apoia, compartilha histórias, soluções e luta pelos seus direitos de serem vistas e ouvidas. Para extrapolar os muros da comunidade em que vivem, o projeto ganhou um podcast que pode ser ouvido aqui.

Já foram publicados oito episódios, cada um deles conta a história de uma das mulheres parte do projeto. “Juntar mulheres nas mesmas condições me abriu a cabeça. Hoje fico pensando, quem cuida de quem cuida?”, diz Joana D’arc de 50 anos, cuidadora da Vitória Régia, 35 anos, que tem paralisia hepática.

“Não sabia o que seria da minha vida em uma cadeira de rosas. O preconceito era meu, eu não me aceitava. Hoje, vejo a vida de outra forma e tento passar isso as pessoas. Eu sempre falo em nossas reuniões: vocês não estão mortas, não, viu? Só do namorado beijar e arrepiar já significa que a gente está viva!“, brinca Telma, que é tetraplégica e uma das participantes do Vozes Femininas.

Vozes femininas  tem como objetivo empoderar e formar lideranças comunitárias no movimento de mulheres com deficiência nas periferias. A ideia é contribuir com a inclusão para reduzir as desigualdades.

Conheça mais sobre o projeto: vozesfemininas.com.br.

O podcast “Mulheres de Inclusão” está disponível em todas as plataformas como Spotify, Apple Podcast, Google Podcast e Amazon Music. E os novos episódios são divulgados pelo instagram do projeto @projetovozesfemininas

Voltar para Notícias