Enem prepara acessibilidade nas provas para quase 30 mil candidatos com deficiência

foto de dois dedos "lendo" texto em braile.

Nos próximos domingos, dias 4 e 11 de novembro, quase 30 mil candidatos com deficiência participarão do Enem (Exame Nacional de Ensino Médio), que será realizado em todo o Brasil. A organização garante acessibilidade para a Pessoa com Deficiência que tenha se declarado cega, com baixa visão ou visão monocular, surdocega, surda, com baixa audição, autista, deficiência intelectual (mental), déficit de atenção, descalculia ou dislexia.

Para viabilizar as condições ideais para a realização das provas, os candidatos apresentaram o CID (Classificação Internacional de Doenças) e a comprovação de sua condição física/saúde no momento da inscrição. Para estes, estará garantida a acessibilidade que permitirá o desempenho desejado.

Cabe ao Inep (Instituto de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) cuidar de todos os detalhes na certeza de proporcionar autonomia, equidade e segurança para os candidatos.  É um direito, regulamentado pelo Decreto Nº 5.296/2004, que prevê que sejam disponibilizados os instrumentos, equipamentos, tecnologias adaptadas e assistência  compatíveis com a deficiência.

Apoio ao candidato

Criado há duas décadas, desde o ano 2000 o Enem garante as condições necessárias à Pessoa com Deficiência. Desde opções de prova impressa em Braile ou com tamanho de fonte e figura ampliada (18) ou superampliadas (24), acompanhamento de tradutor-intérprete de Libras (Língua Brasileira de Sinais), guia-intérprete para pessoas com surdocegueira, ledor, transcritor, leitura labial. Além disso, acesso à sala, acessibilidade no mobiliário e tempo adicional de prova, caso a deficiência requeira essa condição.

Suporte tecnológico

Além de garantir a acessibilidade, o Enem permite ainda que candidatos cegos, surdocegos, com baixa visão ou visão monocular utilizem os seus próprios equipamentos durante a prova. Para coibir fraudes, os materiais serão vistoriados pelo aplicador da prova antes do início desta.

Entre os equipamentos permitidos estão a máquina Perkins,o  reglete, punção ou cubaritmo e folhas em branco (redação). Além disso, assinador, canlupa, caneta de ponta grossa, luminária, lupa, óculos especiais, régua e tábuas de apoio.

Texto: Adriana do Amaral