Brasil ganha Lego em Braille para estimular a alfabetização de crianças cegas

Fotografia mostra criança com baixa visão, usando óculos na cor azul, brindando com LEGO

Uma parceria entre a Fundação Dorina e a Lego Foundation foi anunciada simultaneamente em São Paulo e Paris, no dia 24 de abril. A iniciativa, apresentada durante a “Conferência de Marcas Sustentáveis”, divulgou a nova ferramenta como auxiliar no processo de alfabetização em Braille: os blocos inclusivos. O kit com 250 peças será distribuída gratuitamente para instituições no ano de 2020.

Batizado de LEGO Braille Bricks, o conjunto de bloco inclusivo terá 250 peças e além do alfabeto completo trará os símbolos matemáticos de 0 a 9.  Cada pela terá letras/números impressos e a representação em Braille, nos pinos.

Assim, o brinquedo permitirá a interação entre crianças cegas e não cegas, seus familiares e equipe multidisciplinar de ensino. Durante o lançamento, crianças atendidas pela Fundação Dorina conheceram e puderam brincar com o Lego em Braille.

“O braille ainda é a única maneira de alfabetizar uma criança com deficiência visual e o LEGO® Braille Bricks é uma ferramenta inovadora, que colabora efetivamente para o aprendizado inclusivo, envolvendo não só as crianças cegas e com baixa visão, mas também os colegas videntes”, afirmou, então, presidente do Comitê Braille Bricks da Fundação Dorina, IKa Fleury. A parceria com a marca LEGO acontece no ano em que a fundadora, Dorina Nowill, completaria um século, se estivesse viva.

Texto: Adriana do Amaral

Voltar para Notícias