Empresas realizam seminário online sobre avaliação Biopsicossocial para pessoas com deficiência

logo do seminário, com traços curvos nas cores azul claro, azul escuro e roxo, em uma forma que lembra um coração.

Publicado em: 14/04/2022


Por Raquel Paoliello

A Mangata – Coletivo Brasileiro de Pesquisadoras e Pesquisadores dos Estudos da Deficiência, a Rede-In – Rede Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência e a Fundação Oswaldo Cruz – Fiocruz  realizaram o Primeiro Seminário Brasileiro Biopsicossocial de Deficiência. Biopsicossocial é um modelo da medicina que estuda a causa e a evolução das doenças e dos comportamentos psicológicos,  considerando os aspectos biológicos, psicológicos e sociais. O evento foi transmitido online pelo Youtube da Fiocruz, nos dias 13 e 14 de Abril, e está disponível no site (https://www.fiocruzbrasilia.fiocruz.br/participe-do-1o-seminario-brasileiro-sobre-avaliacao-biopsicossocial-da-deficiencia/)

   O objetivo principal  foi discutir como está sendo implementada a regulamentação do art. 2º da Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência, que torna obrigatória a avaliação biopsicossocial para o reconhecimento de direitos a essas pessoas, como por exemplo, acesso a benefício assistencial e previdenciário, passe-livre, cotas em concursos e no mercado de trabalho, saque do FGTS para compra de órteses e próteses, meia-entrada em cinemas e shows, dentre outras mais de vinte políticas.

O Seminário foi  criado pela Mangata e Rede-In e é realizado por 19 associações nacionais de pesquisa que têm o tema da deficiência como foco de estudo.

A Lei Brasileira de Inclusão foi criada a fim de dar efetividade à Convenção Internacional da ONU sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência e seu Protocolo Facultativo, assinados pelo Brasil, em Nova York, no dia 30 de março de 2007.

https://www.significados.com.br/biopsicossocial/

Voltar para Notícias