Experiência brasileira de inclusão é apresentada na Alemanha e EUA

Dr. José Carlos do Carmo, dr. Kal, que nos dias 19 e 20 de novembro estará em Boston para proferir palestra sobre inclusão no Brasil

Publicado em: 08/11/2017


A importância da Lei de Cotas para pessoas com deficiência e reabilitados, assim como as ações de fiscalização desenvolvidas pela auditoria fiscal do trabalho em nosso país, tem despertado o interesse de pesquisadores e ativistas da inclusão em outros países.

Em março deste ano, o seminário “O Direito ao Trabalho para Pessoas com Deficiência – Perspectivas Internacionais” (The Right to Work for Persons with Disabilities − International Perspectives[1]), organizado pela Universidade de Kassel, na Alemanha, contou com a participação do Dr. José Carlos do Carmo (Kal), coordenador do Projeto de Inclusão da Pessoa com Deficiência em São Paulo, do Ministério do Trabalho e da Câmara Paulista para a Inclusão da Pessoa com Deficiência.

A convite dos organizadores, ele proferiu uma palestra cujo título foi “A importância da Lei de Cotas para a inclusão de pessoas com deficiência no Brasil” (The importance of the Quota Law for the inclusion of people with disabilities in Brazil) e também participou de uma mesa redonda que tratou do tema “O papel da saúde ocupacional e social para a reabilitação e inclusão profissional e nas empresas” (The role of occupational and social health for professional and company rehabilitation and inclusion).

Agora, mais uma vez, o Dr. Kal foi convidado para participar do “Encontro sobre Inclusão – 2017” (2017 Inclusion Summit[2]), organizado pela Fundação Ruderman, nos dias 19 e 20 de novembro, em Boston, Estados Unidos da América, fazendo sua apresentação sobre a experiência brasileira na sessão “Emprego: Economia do Emprego Inclusivo” (Employment: Economics of Inclusive).

Também participará deste encontro, Guilherme Braga, CEO da Egalitê Recursos Humanos Especiais, que falará na sessão “Emprego: Inclusão Corporativa” (Employment: Corporate Inclusion).  A Egalitê foi vencedora do “Ruderman Prize in Inclusion 2016”, um importante prêmio de reconhecimento de iniciativas que trabalham com a inclusão de pessoas com deficiência.

 

[1] http://www.the-right-to-work.com/index_en.html

[2] http://inclusion2017.org/

 

Por Stela Masson, 08-11-2017

Voltar para Notícias