A maior barreira para a inclusão das pessoas com deficiência é o preconceito

Ao microfone, dr. Kal usa óculos, tem fartos cabelos lisos e meio grisalhos. Usa colete cinza, camisa social clara e relógio de pulso preto. Ele segura o microfone com uma mão e gesticula com a outra.
Dr. José Carlos do Carmo (Kal), auditor fiscal e Coordenador do Projeto de Inclusão da Pessoa com Deficiência da SRTE/SP

Publicado em: 26/06/2017


Ao comentar sobre a difícil tarefa de sensibilizar os gestores das empresas quanto às ideias preconceituosas sobre as pessoas com deficiência, dr. José Carlos do Carmo (Kal), auditor fiscal e Coordenador do Projeto de Inclusão da Pessoa com Deficiência da SRTE/SP, ressalta que a maior barreira para a inclusão é o preconceito e, sob influência de ideias preconceituosas, gestores perdem uma quantidade enorme de pessoas talentosas, que poderiam contribuir fortemente com os objetivos das empresas. Vale a pena saber o que ele tem a nos dizer.

Clique no play e assista ao vídeo de um minuto que teve mais de mil curtidas em poucos dias.

 

Por Stela Masson, 26/06/2017

Voltar para Notícias