ONU aponta lacunas para a Inclusão da Pessoa com Deficiência

na foto aparecem duas crianças de costas, uma delas ajudando a outra a caminhar com um andador. Do lado esquerdo, sob fundo rosa, os dizeres Objetivos de Desenvolvimento Sustentável em destaque no alto, no meio Objetivo Global 10: Reduzir a desigualdade dentro dos países e entre eles e abaixo #GlobalGoals

Publicado em: 26/02/2019


Como faz anualmente, as Nações Unidas publicaram no início do ano o seu relatório sobre a temática deficiência e desenvolvimento. De acordo com a ONU, há muito a avançar para garantir a inclusão de mais de 1 bilhão de Pessoas com Deficiência que enfrentam limites físicos e atitudinais, em todo o mundo.

O secretário-geral da ONU, António Guterres pontuou que o relatório “mostra que pessoas com deficiências estão em desvantagem”. Principalmente, se considerarmos as metas da agenda 2030, norteada pelos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Os 17 ODS delineiam as metas a serem cumpridas, e vão da diminuição da pobreza à preservação do Planeta. Apesar de todos os objetivos poderem ser aplicados no bem-estar comum de todos os habitantes da terra, os objetivos de desenvolvimento sustentável10 e 11 destacam-se na busca da aplicação prática para a pessoa com deficiência. Eles visam à redução da desigualdade dentro dos países.

 “A proteção social foi significativamente ampliada globalmente. No entanto, pessoas com algum tipo de deficiência têm cinco vezes mais chances do que a média de ter despesas catastróficas com saúde”, diz o texto do ODS 10. Já o ODS 11 vislumbra “Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis”.

“Em muitas sociedades, pessoas com deficiências frequentemente acabam desconectadas, vivendo em isolamento e enfrentando discriminação”, concluiu Guterres. Para ler o relatório, acesse o link:

Texto: Adriana do Amaral

Voltar para Notícias