São Paulo assina, na Alemanha, compromisso com o Pacto Global sobre Cidades Inclusivas e Acessíveis

Secretária Adjunta da SMPED, Marinalva Cruz, fala ao microfone ao lado de representantes de outros países. Atrás tem um telão com a apresentação da Prefeitura de São Paulo.
Secretária Adjunta da SMPED, Marinalva Cruz, fala ao microfone, em Berlim, ao lado de representantes de outros países.

A secretária adjunta da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência, Marinalva Cruz, representou o município de São Paulo no encontro 2018 do Pacto Global sobre Cidades Inclusivas e Acessíveis. Mais de mil cidades, em 95 países, integram a rede, que conta ainda com 112 associações governamentais locais.  Ao longo de 14 anos, São Paulo já participou de eventos, capacitações e campanha da rede de cidades inclusivas e acessíveis.

O compromisso com a inclusão de fato e direito da Pessoa Com Deficiência pelo município de São Paulo foi ratificado na segunda-feira (3), em Berlim, quando se comemorou o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência.  O município brasileiro tornou-se protagonista em seu posicionamento em prol do cidadão com deficiência ao assinar o Pacto Global sobre Cidades Inclusivas e Acessíveis.

Amã (Jordânia) Berlim (Alemanha), El AIune (Marracos) e as norte americanas Nova Iorque e Chicago também assinaram o documento, tornando-se signatárias do Pacto. As cidades integram a rede CGLU – Cidades e Governos Locais Unidos- e a ação global foi idealizada em parceria com a World Enabled.

“A prefeitura de São Paulo integra a rede de cidades (CGLU) desde a sua criação, em 2004. Temos nos aproximado da organização Word Enabled, através do Comitê Temático de Inclusão, que estimula a participação democrática e direitos humanos e encabeça o pacto para acessibilidade e  inclusão das Pessoas com Deficiência”, contou a secretária adjunta da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência, Marinalva Cruz.  “O objetivo da CGLu, além de formar cidades inclusivas e acessíveis, é promover a cooperação e o intercâmbio entre os governos locais autônomos e democráticos”, completa.

#PraCegoVer #ParaTodosVerem: Secretária Adjunta da SMPED, Marinalva Cruz, posa para fotografia ao lado de representantes de outros países, em Berlim. Todos seguram o documento assinado pelas cidades presentes, firmando os 5 compromissos relacionados as pessoas com deficiência.

Pacto Global Sobre Cidades Inclusivas e Acessíveis

 O Pacto reconhece a acessibilidade como um direito humano fundamental, Uma condição essencial não apenas para a Pessoa com Deficiência, mas para a sociedade como um todo.

O compromisso é focado em seis grandes objetivos, que resumem os desafios a serem cumpridos a partir da troca de experiências e colaboração. São eles:

– Não discriminação;

– Acessibilidade,

– Participação,

– Políticas Urbanas Inclusivas + Programas;

– Capacitação;

– Dados para o Desenvolvimento.

 

Texto: Adriana do Amaral

 

Voltar para Notícias