Seminário na Fiocruz discute o trabalho e a pessoa com deficiência

Várias fotos do encontro, do auditório e das pessoas falando ao microfone

Publicado em: 23/07/2018


O “Seminário Inclusão e Acessibilidade: o Trabalho e a Pessoa com Deficiência” aconteceu em 20 de julho, na Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, da Fundação Osvaldo Cruz.

A abertura contou com os 5 gestores diretamente responsáveis pela inclusão e acessibilidade na Fiocruz e ENSP – Nísia presidente; Valcler chefe de gabinete, Juliano chefe do RH, Hermano diretor da ENSP e Paulinho presidente do Sindicato dos trabalhadores da Fiocruz.

A primeira mesa contou com a participação do Espaço da Cidadania e seus parceiros pela inclusão, vindos de São Paulo e Curitiba. Ponto alto do debate ocorreu com direito à emoção da fala dos trabalhadores com deficiência, Arthur D. Grassi e dos passos de samba do Renildo Alcântara e suas duas pernas de titânio.

A mesa abordou os principais mitos que ainda impedem a plena contratação de trabalhadores com deficiência, a importância do trabalho em rede para ampliar a inclusão, a utilização do Emprego Apoiado, o papel das empresas, dos sindicatos, dos órgãos públicos, das escolas, da família e do trabalho das pessoas com deficiência.

A segunda mesa de debates participaram Annibal Amorim, a dupla Marina e Catarina que em cinco minutos sintetizaram brilhantemente os últimos dois anos do Comitê de Acessibilidade da Fiocruz, Armando Nembri que frisou que “a atitude das pessoas dá a dimensão da sua altitude”, Gilberto Almazan (Ratinho) que representou o Forum de Saúde do Trabalhador das Centrais Sindicais, Carol e Wilson de Goiás , com falas espetaculares sobre as cartografias existenciais e o papel da geografia.

A “pérola” do seminário foi o lançamento do livro “Uma Ponte ao Mundo – cartografias existenciais das pessoas com deficiência e trabalho” momento em que os organizadores Eguimar Felicio Chaveiro e Luiz Carlos Fadel  de Vasconcellos apresentaram detalhes do pós doutorado de Eguimar e a consequente produção do livro (você pode acessar o livro no linkhttps://www.multiplicadoresdevisat.com/livro-uma-ponte-ao-mundo ).

Fonte: Informativo do Espaço da Cidadania www.ecidadania.org.br

Voltar para Notícias