TCE manda suspender concurso público da Prefeitura de Guarujá

Descrição da imagem: banhistas caminham na orla da praia, observados por um casal de policiais.
20 das 215 vagas do concurso eram destinadas à GCM (Foto: Divulgação)

Publicado em: 07/03/2018


O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE) suspendeu, no dia 21 de fevereiro, o concurso público referente ao edital 001/2018 da Prefeitura de Guarujá, que oferecia 215 chances para diversos cargos, além de 1.758 vagas de cadastro reserva.

A decisão do TCE deu-se em razão da falta de previsão de reserva de vagas para pessoa com deficiência (física e intelectual), especificamente ao cargo de Guarda Civil Metropolitano, para o qual estavam destinadas 20 vagas.

Segundo a representação da Secretaria Municipal de Defesa e Convivência Social (Sedecon) na comissão de concurso, a não-reserva de vagas se baseou nos artigos 41 e 619 da Lei Complementar 135/12, que na visão da Prefeitura dispensaria a reserva de vagas em concursos públicos para cargos que exijam “aptidão plena” – como é o caso da GCM.

De acordo com a Prefeitura, ao estabelecer requisitos de ingresso na corporação, a lei exige do candidato, dentre outros, “ter aptidão física e psicotécnica plena”, seguindo a lógica da legislação federal disposta no Decreto Federal nº 3298/99.

 

Leia mais em: http://www.atribuna.com.br/noticias/noticias-detalhe/cidades/tce-manda-suspender-concurso-publico-da-prefeitura-de-guaruja/?cHash=9cef119e4b1c0809846fe20d69bca858

 

27/02/2018

Voltar para Notícias